Revistas e anúncios da época
Quem foi notícia
Os últimos dias de Tancredo

A travessia, mês a mês

Janeiro/84

Política

A arrancada da Sé

- Primeiro grande Comício pelas Diretas na Praça da Sé, no aniversário da cidade de São Paulo, em 25 de janeiro. O principal líder das oposições, deputado federal Ulysses Guimarães, durante seu discurso, emocionou o público: “A Bastilha, que é símbolo da usurpação do povo, e que se chama Colégio Eleitoral, caiu, hoje, aqui. O povo, os 400 mil brasileiros que aqui se encontram tomaram os cárceres em cujos porões a ditadura aprisionou os títulos de 60 milhões de brasileiros”.
- Jornal do Brasil informa que Tancredo Neves e Aureliano Chaves estariam costurando um pacto mineiro por uma eventual aliança em torno da eleição indireta no Colégio Eleitoral.
- Pesquisa do Galupp dá 81% a favor as diretas, no rastro de uma série de comícios.
 

  

Economia

Indicadores

- Inflação a 9,8% no mês, dólar a 1.043 cruzeiros para compra e 1.048 para venda (1380 no câmbio livre), onça do ouro a 371,20 dólares, salário mínimo a 57.120 mil cruzeiros, em torno de 55 dólares, INPC para reajuste de salários a 75,3% e, para reajuste de aluguéis, 136,90%.
- Devendo 93,5 bilhões de dólares a credores internacionais, o Brasil encabeçava o grupo dos quatro países mais endividados da América Latina, acompanhado do México, Argentina e Venezuela. A dívida brasileira enxugava a economia do país e os cofres das estatais Companhia Vale do Rio Doce e Petrobrás em 6 bilhões de dólares ao ano, apenas para o pagamento de juros.
- Com dificuldades de pagamento mesmo dos juros, o presidente do Banco Mundial, William Rhodes, intermediou com bancos internacionais um “empréstimo jumbo” de 6,5 bilhões de dólares.
 

Os barris da Petrobrás

A Petrobrás anunciou a nova marca recorde de produção de óleo: 452.796 barris no novo poço descoberto na Bacia de Campos. O presidente Shigeaki Ueki, comemorava: “Chegaremos aos 500 mil barris diários antes que o previsto”.

Internacional

Reagan favorito

Com 62% de aprovação do governo, o presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, tinha ido à TV anunciar, em um discurso de curtos cinco minutos, que tentaria a reeleição. Iniciado em 1981, ele estava completando um dos mais bem-sucedidos governos dos Estados Unidos. Depois de recuperar a economia, domar a inflação e reacender o orgulho nacional americano, Reagan era colocado como favorito na corrida eleitoral. A antiga imagem de cowboy e antiquado já não fazia mais sentido. Em três anos, ele passou a ser visto pelos americanos como um vencedor, um líder. E com a imagem restaurada, Reagan estava disposto a ficar mais quatro anos na Casa Branca.

O acordo de Beagle

Um abraço da paz. Foi o que o papa João Paulo II conseguiu em Roma. O ministro da Argentina, Dante Caputo, e o do Chile, Jaime del Valle, se abraçaram calorosamente na frente do papa. Os dois países estiveram, desde 1847, em constante atrito por causa da disputa da soberania sobre algumas ilhas (Picton, Lennox e Nueva) no extremo sul do continente e separadas da Terra do Fogo pelo Canal de Beagle. Na verdade, a assinatura da “Declaração de Paz e Amizade” entre os dois ministros não significou o fim do conflito, mas sinalizou que este fim podia estar próximo. A eleição de Raúl Alfonsín à presidência da Argentina também era um indicador de paz. Para ele, o acordo sobre Beagle seria uma sólida demonstração de capacidade de seu governo em negociar seriamente esse tipo de questão.

Artes & Espetáculos

Cinema

O Dia Seguinte

The Day After mostrou as possíveis consequências de um bombardeio nuclear entre americanos e soviéticos provocando um enorme impacto popular. O filme do diretor Nicholas Meyer (diretor de Jornadas nas Estrelas II e IV) contribuiu significativamente para as campanhas contrárias à corrida armamentista da Guerra Fria após mostrar em efeitos especiais assustadores como seria uma hetacombe nuclear com os artefatos atômicos dos Estados Unidos e da Rússia.

  
Literatura

Os mais vendidos de Veja

Ficção:
- O Nome da Rosa - Humberto Eco
- O Gato Sou Eu - Fernando Sabino
- A Velhinha de Taubaté – Luiz Fernando Veríssimo
- A Grande Arte – Rubem Fonseca
- Um Mundo Transparente – Morris West
- 1984 – George Orwell
- O Voo da Águia – Ken Follet
- Poesia – Ezra Pound
- Cartas na Rua - Charles Bukowski
- Cabeças de 2º Feira – Ignácio de Loyola Brandão

 

Não ficção:
- Feliz Ano Velho – Marcelo Rubens Paiva
- O Círio Perfeito – Pedro Nava
- Teotônio, o Guerreiro da Paz – Márcio M. Alves
- Eu, Cristiane F... – K. Hermann/ H. Rieck
- A Chave do Tesouro – J. Carlos de Assis
- Diário de um Cucaracha – Henfil
- Fellini por Fellini – Christian Strich e Anna Keel
- Capitalismo para principiantes – C. E. Novaes/ V. Rodrigues
- Os Caminhos de Dom Hélder – Marcos Cirano
- Cheiro de Goiaba – Gabriel Garcia Márquez
 

Música

Balão Mágico

O grupo musical infantil Balão Mágico teve origem em um programa de TV da Rede Globo (um dos primeiros a ter crianças apresentadoras) e foi grande sucesso na década de 80 - tanto na televisão quanto na vendagem de discos. Os pequenos músicos lançaram 4 álbuns e chegaram a vender 10 milhões de cópias. Uma dos grandes sucessos de 84 é de autoria do cantor e compositor Guilherme Arantes, “Lindo Balão Azul”:
“Pegar carona
Nessa cauda de cometa
Ver a Via Láctea
Estrada tão bonita
Brincar de esconde-esconde
Numa nebulosa
Voltar prá casa
Nosso lindo balão azul”
 

Apesar de você

Foi gravada por Chico Buarque em 1970 e lançada como gingle, mas vetada pela censura. Em 1978, a música entrou no repertório do álbum “Chico Buarque”. A letra voltou a ser lembrada nos estertores da ditadura e no início da campanha das Diretas relembrou o Chico Buarque símbolo de resistência:
“Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Eu pergunto a você
Onde vai se esconder
Da enorme euforia
Como vai proibir
Quando o galo insistir
Em cantar
Água nova brotando
E a gente se amando
Sem parar”
 

  

Fullgás

Marina Lima, dona de uma voz forte, da música cigana e do violão acústico, lançava ali seu álbum Fullgás, que segundo ela, abria novo ciclo na carreira. Foi considerado o trabalho mais pessoal da cantora. A música que dá nome ao álbum foi sucesso por meses nas rádios:
“Meu mundo você é quem faz
Música, letra e dança
Tudo em você é fullgás
Tudo você é quem lança
Lança mais e mais
Só vou te contar um segredo
Não, nada
Nada de mal nos alcança
Pois tendo você, meu brinquedo
Nada machuca, nem cansa”
 

  

Ritchie

O astro da música brasileira naquele ano não era brasileiro, e sim, inglês: Ritchie cantava português com certa dificuldade, sussurrava suas músicas, num rock de vanguarda. O romantismo cantado por ele era mais real que grandioso. Seu primeiro álbum “Voo de Coração”, lançado em 1983, fechou o ano com 580 mil cópias vendidas, tornando-o um dos grandes vendedores do país. Um dos grandes sucessos foi a música “Por Telefone”:
“O meu coração já não agüenta
Bate forte quase arrebenta
Eu tento disfarçar
Ela me olha meio displicente
O dia vai chegar
É uma noite a menos para a gente
Uma noite a menos
Menos uma noite...
Menos uma noite...
Menos uma noite...”
 

Comportamento

Os argentinos no sul

Com o peso argentino mais forte que o cruzeiro em relação ao dólar, os hermanos desembarcaram no sul do país em dezembro e garantiram a lotação de hotéis até o fim de fevereiro. Especulava-se que o número de argentinos em praias do sul (especialmente em Santa Catarina ou no litoral gaúcho) chegava a 300 mil, um aumento de 50% em relação a anos anteriores. Os brasileiros reclamaram que os argentinos inflacionaram os aluguéis e as diárias de hotéis.

Imprensa & TV

Comício como festa

Detentora do monopólio da audiência, a Rede Globo de Televisão deu apenas 45 segundos de cobertura ao primeiro grande comício das Diretas na Praça da Sé, no dia 25 de janeiro de 1984, que juntou um milhão de pessoas segundo os organizadores. A emissora atribuiu ao evento caráter de show como parte das festividades do aniversário de São Paulo, comemorado no dia. De início tímida e resistente, a participação da emissora foi crescendo durante o movimento, a ponto de transmitir flashes ao vivo do grande comício da Candelária, no Rio de Janeiro, em abril.

O fim das novelas?

Em entrevista à revista Veja, o poeta e professor universitário Décio Pignatari pontificava sobre o fim da telenovela longa, no rastro do sucesso das novelas da Globo, que arrebanhavam mais de 70% de audiência (ou até 90% nos capítulos finais). Champagne era o sucesso do início de 84, com o drama de Gastão, principal acusado de matar a bela copeira Zaíra numa festa. Para Pignatari, não dava mesmo para manter ritmo ou coerência psicológica dos personagens em 180 capítulos e, no futuro, as novelas seriam reduzidas ou se transformariam em passatempo de gente desqualificada.

Quem morreu

John Weissmuller (1904-1984)

Atleta e ator, famoso por interpretar o personagen Tarzan. Nascido no Império Austro-Húngaro (hoje Romênia), foi campeão olímpico de natação em 1924 e 1928, quebrando todos os recordes e conquistando cinco medalhas de ouro.

Augusto Degois (1930-1984)

Pintor, desenhista, cenógrafo e tapeceiro. Mineiro de Belo Horizonte, participou, em 1975, da 7ª Biennale Internacionale de La Tapisserie, em Lausanne, na Suíça.

Jorge Guillén Alvarez (1893-1984)

Adepto da poesia pura, publicou, aos 35 anos, seu primeiro livro Cânticos, no qual exaltava a alegria de viver. Em 1977, recebeu o Prêmio Miguel de Cervantes, um dos mais importantes da língua espanhola.

Dino Garcia (1919-1984)

Harpista paraguaio, fez um dos arranjos mais famosos na música Guantanamera. Dino Garcia introduziu um estilo completamente novo para o folclore paraguaio ao tocar harpa em suas apresentações. O músico foi eleito um dos três melhores do Paraguai e viajou por toda a Europa fazendo shows. Chegou a se apresentar no iate do empresário milionário Aristóteles Onassis, para quem tocou um solo de harpa.

Tecnologia

O primeiro mouse

Depois do fracasso no ano anterior com o lançamento do Elisa, a Aple começou este ano lançando o primeiro computador pessoal com um pequeno aparelho móvel e separado do corpo da máquina, que comandava operações complexas com toques na tela. Viria a ser chamado de “mouse”.

Projeto Ciranda

O projeto da Embratel marcou o primeiro esforço de informatização do país. De forma pioneira, o programa pretendia conectar até 500 pessoas através de seus computadores pessoais e exercitava formas de relacionamento entre seus participantes. O serviço dava acesso a um correio teleinformático, a um serviço de pequenos anúncios chamado "quadro de avisos", a listas de discussões chamadas "teleconferências", a um número muito restrito de bancos de dados e a alguns jogos para crianças. O Projeto Ciranda foi um salto tecnológico e foi o embrião da democratização da informática no Brasil na década de 80.